sábado, 28 de fevereiro de 2009

Subscrevo


Convinha, também, era o Dr. Cluny pedir aos seus magistrados que não se "chibassem" de algumas partes (as mais convenientes) para os jornais. É que essas violações ao segredo de justiça selectivas é que proporcionaram um julgamento público.

4 comentários:

Anónimo disse...

Quem se "chiba" não são os magistrados, mas a PGR ou os elementos de TOPO da hierarquia do MP ou da PJ... Não critique Cluny, por isso, t'á?

Ricardo S disse...

Como já aqui comentei anteriormente, estando o processo no DCIAP, na equipe liderada pela Dra. Candida Almeida, só quem tem acesso ao processo é que pode aceder à informação aí constante. Pergunto-lhe: quem tem acesso ao processo? Quem pode "chibar-se"?
Cumprimentos.

Anónimo disse...

Por que será que há certos comentários que não são abertos?

A quem interessará?

Ricardo S disse...

Caro anónimo, não sei se entendi a sua questão...