sábado, 12 de dezembro de 2009

Leituras

"Involuntariamente, Fernando Negrão denunciou toda a aberração contida no enriquecimento ilícito: é um "pré-crime"!!!Temos pois uma nova figura dogmática em direito penal, cujos contornos vão ser teorizados pelos deputados, sobretudo por economistas e engenheiros. Os resultados serão seguramente esmagadores.Presentemente um frenesim percorre a AR: mostrar serviço no combate à corrupção. Os deputados atropelam-se em iniciativas, qual delas a mais ousada.Ficamos à espera do produto legislativo.E se amanhã algum deles (ou um amigo) for apanhado na engrenagem perversa do "pré-crime" não se queixem..."

(Eduardo Maia Costa, no Sine Die)

1 comentário:

aires disse...

é isso...
um frenesim no disparate, na irresposabilidade
politica e juridica...


vamos ver que tudo isto dá, resulta
abraço